jump to navigation

Sempre a melhorar Outubro 3, 2008

Posted by nunomachado in Antevisões, Playstation 3.
trackback

A expectativa em relação à demo do “FIFA 09” eram mais baixas do que em relação ao “PES 2009”. Tudo porque a série da Electronic Arts não anunciava tantas novidades e pretendia manter o bom nível da versão do ano transacto. Reunidas estas condições, existia a certeza que a liderança alcançada em 2008 entre os simuladores de futebol era mantida. Pois bem, “FIFA 09” não só manteve de bom o que vinha do passado, como ainda acrescentou algumas boas novidades. Apesar de EA ter sido algo “forreta” na demo, pois os jogos apenas se jogam em dois minutos, deu para perceber que estamos perante um simulador muito real.

Em termos gráficos, a série FIFA continua a ser rainha e senhora. Os menus são atractivos e intuitivos e durante os “loadings”, o jogador pode treinar remates à baliza num ambiente tipicamente brasileiro. Mesmo quando o “loading” está completo, o jogador vê-se dentro do estádio e pode continuar a treinar remates à baliza a seu bel prazer, descontraindo antes de começar o jogo. O ambiente do estádio é fantástico, com imagens muito realistas,muito por culpa das licenças que a EA detém. Depois rola o esférico e começa a dificuldade.

Marcar golos, só mesmo com uma jogada perfeita. Pelo menos, nos dois minutos disponíveis do jogo. Dá para notar uma excelente física dos jogadores, com movimentos realistas e fluídos, e nada de malabarismos que fujam ao normal funcionamento da física. Também a bola tem um comportamento realista, em que o talento para a dominar tem que ser muito e colocá-la dentro da baliza ainda maior. Os adversários são muito difíceis de ultrapassar e movimentam-se de uma forma ordenada, preenchendo os espaços correctos tanto a defender como a atacar. Logo, a dificuldade aumenta e, se não existir rapidez na troca de bola, é impossível chegar à área adversária. É aqui que reside uma diferença importante para o “PES 2009”. A velocidade na troca de bola é manifestamente menor, sendo até exasperante carregar no botão de passe e o jogador demorar uma eternidade a soltar a bola. Como tal, perdê-la torna-se um hábito irritante, mas poderá ser apenas um pormenor que será corrigido na versão final.

Outras novidade importante está na marcação das grandes penalidades, que surgem invariavelmente no fim de cada jogo de dois minutos, pois os empates são quase sempre o resultado final. Quem marca tem agora a possibilidade de controlar a velocidade da bola, algo que não acontece em “PES 2009”. Também o jogador que marca o golo pode ser controlado no momento da celebração, em vez de correr pelo campo sem nexo.

Em termos gráficos, os jogadores poderiam estar um pouco mais realistas, pois a série “FIFA” habituou o jogador a elevados padrões de qualidade gráfica. Ainda assim, continua a liderar nesta matéria em quase toda a linha. Falta saber como estará nos restantes modos que não tive a possibilidade de aceder na versão de demonstração. A luta entre os dois principais simuladores de futebol está cada vez mais renhida, sendo muito complicado, para já, indicar quem está melhor. Só as versões finais o vão dizer.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: