jump to navigation

Prince of Persia – Um príncipe renovado Novembro 12, 2008

Posted by nunomachado in Antevisões, Playstation 3.
trackback

prince-of-persia

As primeiras impressões transmitidas pelas imagens de “Prince of Persia” são um misto de espanto e agrado. Esta série há muito que coleccionou uma legião de fãs, devido à sua acção frenética e ao carisma do personagem. Combates dom hordas de inimigos, luta entre o Bem e o Mal, saltos acrobáticos, enigmas por resolver. Todos estes ingredientes fizeram da série uma das mais populares de sempre. Com a produção do primeiro título para as consolas da nova geração, a Ubisoft resolveu inovar e, desde já, a minha vénia pelo trabalho efectuado. Eu explico porquê.

O que mais salta à vista, em termos de alterações, é o aspecto visual. Utilizando a tecnologia vista em “Assassin’s Creed”, as aventuras do príncipe assemelham-se a uma história de banda desenhada, carregada de ilustrações cheias de cor e com desenhos feitos à mão. A tudo isto chama-se “cel-shading”, técnica que permite o aspecto gráfico fantástico deste jogo. Mudemos para a história e jogabilidade.

prince-of-persia_1

A luta entre o Bem e o Mal mantém-se. Desta vez, a guerra é entre os deuses irmãos Ohrmazd e Ahriman. O primeiro, um deus da bondade, aprisiona seu irmão com instintos de maldade numa caixa e esconde-o num oásis. No entanto, Ahriman é libertado séculos depois, corrompendo a natureza e as pessoas. É aqui que entra o nosso protagonista, o jogador, que começa como um simples aventureiro, mas num instante se transforma no príncipe e salvador do mundo, pois será o único capaz de acabar com a maldição de Ahriman. De referir que esta personagem é inédita no jogo. Tal como é Elika, outra das grandes inovações. Este verdadeiro guarda-costas irá ajudar-nos ao longo de todo a história, seja nos combates, seja nos enigmas por resolver, seja a salvar-nos a vida. É ela que permite que a nossa personagem nunca morra, evitando ter que voltar atrás na narrativa. Ao mesmo tempo, nunca teremos que nos preocupar com Elika, pois ela nunca morre e está sempre nas nossas costas esperando as nossas decisões.

prince-of-persia_3

Por fim, os combates. Acabaram-se os inimigos às paletes, tendo o nosso protagonista combates mano-a-mano. Não se pense que ficou mais fácil, pois os inimigos são ossos duros de roer e alguns só são levados de vencida com a ajuda de Elika. O protagonista continua a ter dotes de acrobata, muito por culpa da luva metálica que tudo lhe permite. Os cenários são enormes e terão de ser explorados para serem resolvidos diversos enigmas, mas numa perspectiva aleatória, não sendo necessário seguir uma história linear. Por tudo isto, “Prince of Persia” é um jogo obrigatório deste fim de ano, destacando-se pela inovação e aspecto gráfico.

prince-of-persia_4

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: