jump to navigation

LittleBigPlanet: No mundo da imaginação Novembro 25, 2008

Posted by nunomachado in Análises, Playstation 3, Vídeos.
trackback

little-big-planet

A Nintendo está carregada de personagens históricas e emblemáticas, sendo Sonic o mais popular. Há muito que a Sony procurava uma personagem carismática que pudesse rivalizar com estes “monstros” dos videojogos e parece ter encontrado. Sackboy, o protagonista do jogo que vamos aqui analisar, tem tudo para se transformar um ícone dos videojogos. É divertido, corajoso e, acima de tudo, tem um humor corrosivo. Apresentado o protagonista, vamos ao jogo.

littlebigplanet_3

Há muito que “LittleBigPlanet” estava a deixar a legião de fãs da PS3 com nervoso miudinho. Prometia-se um mundo completamente novo e imersivo, personagem de carácter forte, uma forte componente de construção, jogabilidade simples, mas atractiva e um aspecto gráfico revolucionário. Depois de ter testado o jogo posso afirmar que quase todas estas premissas se concretizaram. O jogo começa com um tutorial antes de mandar o nosso Sackboy para os vários mundos que existem neste universo. Escolhe-se a aparência, a vestimenta e outras coisas mais e explica-se a mecânica do jogo. Tudo muito bem coadjuvado com a voz de Nuno Markl e um humor de bom gosto. Depois é só partir em busca da carrada de itens que encontramos em todos os cenários.

littlebigplanet_1

A mecânica de jogo é semelhante aos jogos de Sonic, ou seja, plataformas, corridas e saltos e movimentos da esquerda para a direita. O que muda são os cenários, os gráficos e a interactividade. É possível tirar fotografias com a ajuda da Eyetoy, é necessário resolver enigmas, é impossível recolher todos os itens escondidos porque são muitos e alguns necessitam da presença de dois jogadores, e por aí fora. A longevidade de “LittleBigPlanet” acaba por ser assustadora, tal a quantidade de tarefas e itens por recolher que existem, mas a principal causa desta durabilidade é o editor de fases. Aqui, a imaginação é o limite, tendo o jogador a possibilidade de criar mundos que só existem na sua mente, utilizando os vastos recursos do editor. Logo a seguir entra a vertente on-line para tornar ainda mais viciante este jogo.

littlebigplanet_2

Além da possibilidade de partilhar todas as fases criadas, o modo multiplayer permite jogar em modo cooperativo ou competitivo, e é aqui que o jogo nunca mais acaba, com uma comunidade associada ao jogo já com milhares de jogadores. A única dificuldade que encontrámos e fácil de resolver, é a adaptação aos comandos. O salto nunca é certeiro como queríamos, até porque o nosso Sackboy sofre de lentidão, enquanto no editor de fases é necessário perder algum tempo com os comandos para conseguir produzir algo de jeito. Tirando estes pontos mais complicados, “LittleBigPlanet” foi dos jogos mais divertidos, aliciantes e inovadores que já testámos. Logo, presença mais do que obrigatória na prateleira de quem possui PS3.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: