jump to navigation

Ghostbusters: The Video Game – Fantasmas à solta Agosto 3, 2009

Posted by nunomachado in Análises, Playstation 3.
trackback

Ghostbusters - The Game_capa

A sequência filme-jogo não foi respeitada neste caso. A segunda sequela de “Ghostbusters” está a ser desenvolvida e só deverá estrear em 2012. Até lá, fica este jogo, que é uma espécie de continuação dos acontecimentos seguintes ao segundo filme, que estreou em 1989. A Terminal Reality, produtora do título, teve a difícil e árdua tarefa de levar “Ghostbusters: The Video Game” até bom porto. Difícil porque existiu vários atrasos. Árdua porque a pressão para criar um jogo com qualidade e sucesso era enorme, pois foram investidos cerca de 10 milhões de euros. Estes eram os factos antes do lançamento do jogo, vejamos como está a actualidade.

Ghostbusters - The Game_1

Ter um jogo com os protagonistas do filme é meio caminho andado para o sucesso. Peter Venkman (Bill Murray), Raymond Stantz (Dan Aykroyd), Egon Spendler (Harold Ramis) e Winston Zeddemore (Ernie Hudson) continuam a ser os caça-fantasmas, acorrendo a todos os pedidos de ajuda relacionados com fenómenos paranormais. Apenas Louis (Rick Moranis) e Dana (Sigourney Weaver) não estão presentes, pois até a mítica secretária dos “Ghostbusters”, Jeanine (Annie Pots), está presente. A história é mesmo o melhor do jogo ou não tivesse a chancela de Dan Aykroyd e Harold Ramis, os “pais” dos “Ghostbusters”. Passaram dois anos desde que os heróis nova-iorquinos salvaram a cidade do terrível Vigo. Mantém a sua popularidade, mas uma explosão paranormal na cidade provoca uma invasão de fantasmas, novos e antigos, como o Viscoso. O papel do jogador não é assumir uma das personagens existentes, mas sim ser o quinto caça-fantasmas. Contudo, nunca terá um nome, pois a equipa não quer criar um vínculo caso aconteça algo de mau com a nossa personagem.

Ghostbusters - The Game_2

A acção começa no famoso Quartel dos “Ghostbusters”, onde é efectuado um pequeno tutorial de como caçar fantasmas. As armas à disposição, claro está, são as de protões. Existem quatro tipos de feixes diferentes e, cada um deles, tem dois níveis de intensidade, um principal e outro secundário. E, se não sabe, os feixes nunca devem ser cruzados. Devem ser usados para fantasmas específicos, sendo mais simples de os capturar. Quando os sinais de vida do fantasma passam a vermelho, está na hora de lançar a caixa-armadilha que o vai aprisionar. Só um detalhe, à medida que os feixes vão destruindo os cenários, surge um indicador de quanto seria a indemnização a pagar pelos estragos. Humor à Aykroyd e Ramis.

Ghostbusters - The Game_3

O jogador tem ainda missões de busca de fenómenos paranormais. Quem não se lembra dos famosos óculos “Ecto Googles” e o detector PKE, que funciona como um sensor de detecção de fantasmas? Nesta fase, o jogo passa da terceira para a primeira pessoa, numa transformação rápida e que não afecta a jogabilidade. Terá de recolher pistas e objectos, que vão dar dinheiro extra para gastar em melhoramentos no equipamento.

Ghostbusters - The Game_4

Se o “gameplay” só tem elogios, já o aspecto visual mostra uma dicotomia estranha. As personagens estão fabulosamente parecidas com os originais, tal como os locais mais emblemáticos e até o famoso veículo da equipa, o Ecto-1. Contudo, os restantes cenários ficam aquém da qualidade dos elementos atrás referidos. Por outro lado, a banda sonora é fantástica. As vozes dos actores fazem-nos sentir como se fossemos um verdadeiro caça-fantasma e o tema principal, de Ray Parker Jr., também não podia deixar de estar presente.

Ghostbusters - The Game_5

Existe ainda um modo multiplayer, que permite a longevidade do jogo, com particular destaque para o modo cooperativo, onde é possível juntar um grupo de amigos e caçar hordas de fantasmas. “Ghostbusters: The Video Game” acaba por ser um excelente exemplo de como um jogo deve estar para um filme, ou seja, deve ter um tempo de produção adequado e ter um lançamento anterior à data do filme, pois ganha em promoção e não fica colado a uma história. E agora já sabe, se tiver fantasmas em casa “Who ya gonna call? Ghostbusters!”

Ghostbusters - The Game_6

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: