jump to navigation

Wolfenstein – Guerra sobrenatural Agosto 26, 2009

Posted by nunomachado in Análises, PC.
trackback

Wolfenstein_capa

O tema da II Guerra Mundial como cenário de fundo de jogos First Person Shooter está mais do que batido. Séries como “Medal of Honor” ou “Call of Duty” são exemplos de bons jogos sobre esta temática, mas que se vão esgotando ao longo do tempo por não terem espaço de evolução. No caso de “Wolfenstein 3D”, odiado por uns e amado por outros, surpreendeu a paragem da série em 2003, quando saiu uma versão multiplayer denominada “Wolfenstein: Enemy Territory”. Tudo porque o jogo era um FPS com características diferentes, pois misturava elementos paranormais, tão do agrado das forças nazis, que os Aliados procuravam eliminar recorrendo apenas a armamento. Seis anos depois, eis a série regressa, sem o brilho do passado, mas com muitos motivos de interesse que vale a pena explorar.

Wolfenstein_1

A história faz lembrar um pouco “Os Salteadores da Arca Perdida” quando Indiana Jones procurava impedir que os alemães chegassem à Arca da Aliança que, supostamente, lhes iria dar forças sobrenaturais que lhes permitiria ganhar a guerra. Em “Wolfenstein”, o jogador assume novamente o papel de William “BJ” Blazkowicz, um agente que terá como missão impedir que as forças nazis encontrem um portal para outra dimensão, onde personagens demoníacas podem vir a ajudar as tropas de Hitler.

Wolfenstein_2

Com uma história cheia de fantasia, era de esperar que o protagonista não ficasse reduzido ao velhinho armamento da II Guerra Mundial como pistolas, espingardas ou granadas. William poderá recorrer a poderes especiais, através de artefactos que vão sendo desbloqueados durante as missões, para além de armas de outro mundo, capazes de efectuar enormes estragos. Por outro lado, pode agora recorrer a tropas rebeldes que estão espalhadas pelo mundo para dar uma mãozinha nesta demanda contra os nazis sobrenaturais. Este recurso faz lembrar um pouco o que sucede em “Metal Gear Solid 4”, onde é possível recorrer a tropas de ajuda. William pode ainda melhorar o seu armamento recolhendo documentos e ouro, que servirão como moeda de troca.

Wolfenstein_3

Onde se esperava uma maior evolução era no formato das missões. Quando se pensava que o jogo não seria linear, pois os cenários são muito mais extensos, eis que nem é carne, nem é peixe. Isto significa que uma linearidade encapotada, pois o jogador não pode saltar de missão em missão como bem entender. Falta também pontos de interesse nos cenários, apesar da sua enorme extensão. Quanto aos combates podemos esperar tropas normais dos nazis, que são fáceis de eliminar, mas o pior são as criaturas estranhas e os oficiais com poderes sobrenaturais, que são ossos mais difíceis de roer. Por outro lado, existe uma versão alternativa da realidade, uma cidade denominada Shroud, onde os nazis se tornam imbatíveis e utilizam as vítimas para as suas experiências. Um local a evitar.

Wolfenstein_4

O aspecto visual de “Wolfenstein” impressiona pela positiva. As personagens têm pormenores muiot bons, principalmente as forças sobrenaturais inimigas, bem como os cenários e todos os motivos ligados à II Guerra Mundial. Melhor ainda são as animações, bem patentes durante os combates, com os inimigos a moverem-se com perícia, proporcionando combates renhidos. Uma nota muito positiva para a banda sonora, com destaque para as explosões e os sons dos tiros, verdadeiras sinfonias de arte bélica.

Wolfenstein_5

Já a versão multiplayer terá de levar nota negativa, pois apenas tem suporte para 12 jogadores. Dispõe de três modos distintos, Deathmatch, Objective e Stopwatch, nada de novo no universo dos FPSs. Em suma, “Wolfenstein” é um excelente regresso ao passado, com claro destaque para o modo campanha, o melhorado motor de jogo id Tech 4, excelente jogabilidade e uma história singular.

Wolfenstein_7

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: