jump to navigation

Need For Speed Shift – Velocidade menos furiosa Setembro 29, 2009

Posted by nunomachado in Análises, Playstation 3.
trackback

NFSSH_capa

Está na hora de calçar novamente as luvas e pegar nas melhoras “bombas” à disposição. “Need For Speed Shift” procura esquecer a última edição desta série, duramente criticada, com um conceito completamente diferente, ou seja, acabaram-se as perseguições policiais, as histórias dramáticas de “street racers” e entramos num mundo de simulação quase pura e dura, um pouco ao estilo do mítico “Gran Turismo”. Aliás, a aproximação a este jogo, com a quinta edição marcada para o próximo ano, é um passo perigoso, tal como a títulos já com provas dadas na simulação como são o caso de “Forza Motorsport” ou “GRiD”.

NFSSH_1

Onde “Shift” se diferencia é na vertente tunning, no fundo o que marca o código genético desta série. Continua a ser possível decorar um modelo ao estilo do jogador, com inúmeras possibilidades de personalização, que vão desde a a pintura ao tipo de carroçaria, jantes e muitos mais. A grande alteração vai para a mecânica do jogo e é aqui que entra a palavra “simulação”. Para quem gosta de automobilismo, a inclusão da pista de Spa Francorchamps é, desde logo, um motivo de satisfação, ou não fosse um dos melhores e míticos circuitos de automobilismo de todo o mundo. Mas, existem mais 17, alguns bem conhecidos como Silverstone, Brands Hatch ou Laguna Seca, e outros bem complicados, como a pista citadina de Londres. No fundo, existem pistas para todos os gostos e feitios de condução.

NFSSH_4

Quando o piloto chega à pista depara-se com duas situações: ser um condutor correcto ou usar a agressividade excessiva. Em ambos, os casos vais ganhar pontos, sendo que a condução ideal acaba por ser aquela que consegue equilibrar o melhor destes dois mundos. Se a opção passar por ultrapassagens correctas, utilizando a aerodinâmica, ou utilizar as trajectórias ideais para conseguir os melhores tempos, os pontos são colocados na barra do condutor “certinho”. Se recorrer à força para efectuar ultrapassagens, colocar os outros pilotos em perigo ou desrespeitar as regras, os pontos vão a barra da agressividade. Apesar de não existir polícia, continua a apetência pela condução ilegal, como já foi referido anteriormente, está no código genético desta série.

NFSSH_6

Se este é o modo de funcionamento das corridas, a evolução na carreira é feita por níveis, onde se vão ganhando medalhas, conquistas em espécies de missões feitas durante as corridas, como alcançar determinada velocidade máxima. Escusado será dizer que existem inúmeros itens por desbloquear que permitem melhorar as viaturas, em termos decorativos ou descobrir novas competições. Os upgrades mecânicos advêm do dinheiro conquistado no final das provas, podendo transformar um simples carro de corridas numa autêntica máquina ganhadora.

NFSSH_8

Quanto ao menu das máquinas disponíveis ele é extenso, para cima de 60 veículos, e muito apetitoso. Desde Aston Martin DBR9 (2006), Bugatti Veyron 16.4 (2008), McLaren F1 (1994) até ao velhinho Nissan Skyline 2000GT-R (1972), passa ainda pelos recentes Audi R8 LMS, BMW M3 GT2, Ford Shelby GT500, Chevrolet Camaro SS, Nissan 370Z (Z34), Porsche 911 GT3 RSR ou Pagani Zonda R. Com este alinhamento, apesar de faltar o sempre desejado Ferrari, “Shift” pode fazer frente a muitos dos simuladores já referidos neste texto.

NFSSH_2

Se o modo carreira é o mais atractivo, existe ainda o on-line por explorar. É pena a Electronic Arts não ter optado pelo split-screen, mas ainda assim é possível juntar no máximo oito jogadores em corridas drift (o passado é difícil de esquecer), modos versus e 25 voltas, para quem gostar de testar a concentração ao máximo.

NFSSH_9

Outro aspecto muito positivo em “Shift” é o aspecto gráfico. Os modelos estão representados na perfeição e os circuitos estão carregados de detalhes, com claro destaque para o citadino de Londres ou para as curvas alucinantes de Spa. Até a luz e as texturas melhoraram imenso em relação aos títulos anteriores, numa clara evolução desta série que, pela primeira vez, encontrou o caminho certo para a redenção. A banda sonora é de cinco estrelas, com destaque para a presença dos Buraka Som Sistema, com o bem conhecido “Kalemba (Wegue-Wegue)”, juntando-se a nomes como Kasabian, The Prodigy ou Jamal. Este é, sem dúvida, o melhor NFS dos últimos anos, com um excelente sistema de jogo, boas pistas e um alinhamento de carros muito interessante.

NFSSH_5

Comentários»

1. jonas - Janeiro 9, 2010

bom eu queria urgentimente saber se need for espeed shift vai lançar para playstation 2 pois estou vendo na internet que so existe para play3, xbox 360, pc, nitendo e psp estou querendo comprar o jogo neste mês;
desde já agradeço e espero a resposta rápidamennte!!

2. Mercedes - Agosto 16, 2013

You may also discover several PSN Code Turbine codes generator online in truth, 99% of these
crash and would only wreak virus or irreparable injury to your computer.
You can even search my title with the new download
version, which is something you couldn’t do before with the disc-based version. Just use ones service of available psn codes in order to download your most beloved games.

3. hay day cheats - Outubro 29, 2013

When you buy a retail DVD, you have that copy at least until the DVD is destroyed, which is unlikely even after years of constant use.
Public Areas Keepers are responsible for maintaining the areas where visitors come to look at the animals.

When it comes to feeding horses, most owners are reasonably
confident that what they are feeding their
horse is right.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: