jump to navigation

Time Crisis: Razing Storm – Tiros em movimento Dezembro 14, 2010

Posted by nunomachado in Análises, Playstation 3.
trackback

A quantidade de jogos associados ao lançamento do novo comando Move, da Playstation, têm vindo a aumentar. Uns com mais qualidades que outros, ainda falta surgir um título que entusiasme em todo o seu esplendor. Infelizmente, “Time Crisis: Razing Storm” ainda não é esse título. Tem algumas qualidades, mas tem ainda muitas arestas por limar.

O jogo pretende ser um “first person shooter” (FPS), procurando fazer uso das potencialidades do Move. Contudo, nem tudo foi perfeito na adaptação da jogabilidade aos comandos. “Time Crisis: Razing Storm” está dividido em quatro jogos distintos. “Time Crisis 4” é um desafio que mistura acção árcade e teve uma adaptação muito aceitável aos comandos. “Deadstorm Pirates” é uma aventura ao bom estilo de “Piratas das Caraíbas” que mistura cenas de tiroteios com momentos de exploração. O modo árcade de “Time Crisis: Razing Storm” mostra o melhor deste jogo, onde o Move consegue ter uma prestação melhor, sem atingir grandes níveis de eficácia.

Por fim, quando se chega ao que deveria ser o elemento fulcral deste jogo, o modo história, a coisa descarrila em grande. Tudo porque a jogabilidade torna-se insustentável. Aqui, o jogo procura ser um FPS puro e duro, mas falha rotundamente. Utilizar o Move para controlar a mira é uma experiência sofrível, com constantes mudanças de visão. Dá ideia que o jogo ganha vida própria e borrifa-se nos comandos, tal a dificuldade em controlar qualquer coisa. Se nos momentos mais calmos já não é fácil controlar os movimentos, quando a acção se torna mais itensa, dá vontade de desligar a consola.Mesmo a nível gráfico, “Time Crisis: Razing Storm” não entusiasma por aí além, o mesmo acontecendo com a vertente sonora, onde os diálogos são um martírio.

Em suma, jogos como “Time Crisis: Razing Storm” não vão trazer certamente sucesso ao Move. Podia ter ficado no esquecimento dos seus produtores, tal a falta de argumentos para a qualidade exigida para a geração actual de consolas.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: