jump to navigation

Dead or Alive Dimensions – Lutar com erotismo Junho 21, 2011

Posted by nunomachado in Análises.
trackback

Jogos de luta há muitos, mas com belas raparigas sensuais, com roupas mínimas e uma jogabilidade sempre a abrir há poucos. “Dead or Alive Dimensions” chega à Nintendo 3DS com pretensões de ser um jogo de luta de referência e, no final, consegue atingir esse objectivo.

Para quem nunca teve oportunidade de experimentar o universo de “Dead or Alive”, terá a possibilidade de conhecer um pouco de cada episódio da saga no modo Chronicle. Aqui são apresentadas as personagens, aprende-se o sistema de combate e vê-se umas quantas imagens e pequenos filmes com trechos da história da saga. No fundo, este modo funciona como preparação para o resto do jogo, ou melhor, restantes modos que são mais que muitos. Temos o tradicional Arcade, onde as dificuldades vão aumentando à medida que se avança; hordas de inimigos para combater é o que está presente no Survival; o Tag Challenge é um modo cooperativo; o Free Play é uma espécie de combate à “la carte”; o Training, que tal como o nome indica serve para treinar antes de partir para a competição a sério; o Throwdown é o modo disponível para os jogadores que utilizam o Street Pass; e finalmente, o Internet Play, o habitual modo multiplayer online.

Com tantos modos, o difícil é escolher. Mas em todos eles, dá gosto combater, pois o sistema de combates é um dos grandes predicados do jogo. É intuitivo, com níveis de dificuldade variáveis, e cada lutadora tem as manhas e artimanhas. E o melhor de tudo, é possível fazer um álbum com as personagens que vão sendo desbloqueadas. Sendo um jogo destinado à 3DS, era fundamental analisar a vertente 3D de “Dead or Alive Dimensions”. Pode dizer-se que tem pontos positivos e negativos. Funciona bem, principalmente, quando se vê as personagens em todo o seu esplendor, bem como a profundidade dos cenários. O pior é que em modo 3D, o motor de jogo ressente-se e os combates é que pagam. De resto, o aspecto visual é irrepreensível, sendo as personagens, claro, um regalo para a vista. Uma palavra ainda para a banda sonora, que faz regressar músicas de jogos anteriores da saga, o que é de saudar.

“Dead or Alive Dimensions” é o melhor jogo de luta para esta pequena consola e um dos melhores na generalidade. Bons gráficos, jogabilidade simples e viciante e modos de jogo para todos os gostos são os principais ingredientes de uma receita que continua a funcionar.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: