jump to navigation

White Knight Chronicles 2 – Dois em um Julho 6, 2011

Posted by nunomachado in Análises, Playstation 3.
trackback

Criar um RPG é algo banal nos videojogos. Já produzir um bom RPG é outra história, pois aliar uma narrativa forte, um bom sistema de progressão, combates interessantes e um bom modo multiplayer não é fácil. Ciente que o jogo original poderia ter sido bem melhor, a Level-5, produtora do jogo, resolveu dar um presente aos fãs, com a inclusão de uma versão melhorada do jogo original. Assim, num mesmo disco, dois jogos, com dezenas de horas de jogo, uma boa aposta da Level-5, pois é possível começar a jogar desde o início da história original, iniciar a segunda parte da saga no nível 35 ou continuar um “save” do título original.

Quanto à história, ela fala-nos da morte do rei da Bartonia e do rapto da princesa Cisna. Para resgatar Cisna surge Leonard que, equipado com a armadura com poderes especiais, parte para uma luta sem quartel. A ajuda-lo está, entre muitos outros, a personagem do jogador, em forma de avatar.

A mecânica de jogo não tem grandes novidades para um RPG. Existem vários mapas para percorrer, sendo desbloqueados à medida que a acção se desenrola. A beleza é constante em todos eles que variam entre cidades, florestas ou mesmo desertos. Depois, seguem-se os combates, que são definidos pela arma e classe escolhida, mas também pelas habilidades que vão sendo adquiridas e os combos que podem ser realizados. Como é normal, a progressão da personagem é um ponto fulcral, com os pontos de experiência a servirem para adquirir habilidades, melhorar o ataque, defesa e muito mais. Já os pontos de evolução servem para comprar armamento ou magias que também influenciam o desempenho e evolução das personagens. Mas muito mais é possível fazer na personalização e só aqui perdem-se muitas horas.

Num RPG, o modo online assume sempre especial importância. Em “White Knight Chronicles 2” ele não desilude. Na companhia de mais cinco “cavaleiros” é possível jogar em equipa, mas pode fazer-se muito mais. A criação de uma espécie de aldeia é o ponto de partida para adicionar personagens e partir para novas missões. Só a duração do modo online é suficiente para ter este RPG em qualquer prateleira caseira de videojogos.

A nível técnico, “White Knight Chronicles 2” tem gráficos medianos, em comparação com outros jogos do género. Aqui, parece que não existiu uma evolução em relação ao original, com o motor de jogo a precisar de uma renovação para uma próxima aventura. Não quer dizer que a qualidade seja baixa, mas em comparação com outros concorrentes pode evoluir bastante. Já a banda sonora, cumpre a sua função, com uma musicalidade agradável.

No cômputo geral, “White Knight Chronicles 2” mostra uma clara evolução, beneficiando de uma boa jogabilidades, muitas horas de longevidade, um modo online que é quase um jogo à parte. No fundo, um RPG muito competente.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: