jump to navigation

FIFA 12 – Grande golo! Outubro 13, 2011

Posted by nunomachado in Análises, Playstation 3.
trackback

Para que não restem dúvidas, “FIFA 12” é o melhor jogo, a nível técnico, alguma vez produzido. Só não recebe o título de melhor jogo de desporto de sempre porque não é um jogo de trato fácil. A explicação segue dentro de momentos.

Mais uma vez, a Electronic Arts excedeu-se e conseguiu ainda melhorar o que já era muito bom. Para este ano apostou em três grandes novidades: o motor de impacto (Player Impact Engine), a defesa inteligente (Tactical Defending) e os dribles e cortes precisos (Precision Dribbling). Mas vamos por partes. A primeira, e menos conseguida, oferece animações muito realistas, mas com alguns “bugs” difíceis de compreender nesta altura do campeonato. A segunda trata-se talvez na maior mudança a nível de jogabilidade, com os jogadores a defenderem de forma mais inteligente, com movimentações correctas e sempre na expectativa no que o adversário vai fazer. Por último, a forma com se efectuam fintas e se fazem os cortes também foi alterada e é aqui que reside o ponto menos consensual de “FIFA 12”, pois fintar ou defender é agora ainda mais complicado.

Basicamente, existem dois grandes tipos de jogadores apreciadores de jogos de futebol, os puristas da simulação e os amantes de versões mais arcade. Para os primeiros, “FIFA 12” é a bíblia dos videojogos, para os segundos este jogo não lhes vai interessar. E é por esta razão que este não é o melhor jogo de sempre. Quem gosta de passar uns momentos divertidos, com jogadas rápidas, fintas e mais fintas e facilidade em marcar golos provavelmente vai escolher uma versão mais antiga da série ou mesmo optar pela versão deste ano de “Pro Evolution Soccer”. E neste aspecto lá se vai a democratização do jogo. Os novatos na série vão experimentar e sentir grandes dificuldades. Contudo, para quem gosta de futebol real, com mais táctica e jogadas mais pensadas, então este é o melhor de sempre.

Também a experiência online foi melhorada. Agora o sistema de progressão está assente em divisões, começando na 10ª e subindo por aí cima, em que cada jogo vale 3 pontos, e sempre em busca de adversários com o mesmo nível. As partidas amigáveis são extra competição e servem para descontrair e jogar sem a pressão dos pontos. Destaque ainda para a inclusão do modo Ultimate Team, que anteriormente estava disponível através de download.

A nível visual, “FIFA 12” subiu mais alguns patamares. O menu inicial é agora horizontal e mais atractivo, enquanto no campo há jogadores assustadoramente muito próximos da realidade, tal como os estádios e os aspectos climatéricos.

Resumindo, “FIFA 12” merece o título de melhor do ano na categoria de desporto e um dos melhores de sempre. O sistema defensivo pode gerar pouco consenso, pois quase não existe contacto entre os jogadores de meio-campo e a pressão é feita à distância, o que foge um pouco à realidade. Mas quando se apanha o jeito, tanto a defender como a driblar, meus amigos temos um grande jogo de futebol.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: