jump to navigation

Uncharted 3: Drake’s Deception – Filme ou jogo? Novembro 18, 2011

Posted by nunomachado in Análises, Playstation 3.
trackback

Os amantes dos videojogos não se podem queixar de 2011. Não faltaram obras-de-arte nesta indústria e esta em questão está no topo da tabela. Aliás, a série “Uncharted” arrisca-se a ser a melhor de sempre, se mantiver esta qualidade que caracterizou os três títulos que foram produzidos até ao momento.

Se “Among Thieves” foi um salto enorme para o seu antecessor, “Drake’s Deception” não mostra uma diferença tão marcada, mas não quer isto dizer que a qualidade diminui. Apenas que se é bom, basta ir limando arestas e melhorar sem estragar. Um dos pontos fortes da série é a narrativa. Desta vez, o carismático Nathan Drake investiga uma das viagens do seu antepassado, Sir Francis Drake. Na companhia de Sullivan, parte para o deserto em busca de algo que desconfia que o seu familiar descobriu. Para tal, viaja um pouco por todo o mundo, de pista em pista até descobrir o segredo de Francis Drake. Claro que esta demanda não é feita sem encontrar inimigos pelo caminho, sendo que desta vez terá de enfrentar Katherine Marlowe, uma mulher capaz de gelar um deserto pela frieza com que actua. E mais não contamos, mas podemos dizer que estamos perante um argumento que supera muitos filmes, com personagens com dimensão, momentos de tomadas de decisões e até questões morais se levantam em algumas situações. O melhor elogio que se pode fazer na narrativa é que as cutscenes são visionadas com grande prazer, quase o mesmo que se retira a jogar.

Outro dos grandes atributos da série é a jogabilidade. Sendo um jogo de acção/aventura, mistura um pouco de destreza física da personagem e também jeito para o gatilho. O equilíbrio colocado na dificuldade das acções é o grande segredo para se manter suficientemente atractivo para jogadores mais experientes, mas também para quem chega de novo a esta saga. Os combates corpo-a-corpo foram melhorados, aumentando um pouco a dificuldade. Mas duas ou três tentativas chegam para avançar na acção, demonstrando que todos os passos têm que ser pensados e não vale a pena fazer de Rambo, onde se pede um Indiana Jones com muita cabeça. E atenção que IA do jogo raramente desilude, logo não esperem inimigos anjinhos.

Quando não há combates, há locais para explorar, cenários carregados de interacção, tudo a pedir para que Nathan mostre a sua destreza física. E se ele a tem! Já a conhecíamos das edições anteriores, mas a idade não lhe pesa, ao contrário de Harrison Ford. Para ajudar o herói na parte física, está o jogador com a parte intelectual, na resolução dos inúmeros enigmas que vão surgindo na narrativa, momentos tão emocionantes como os combates.

Em termos gráficos, arriscamos a dizer que existe melhor qualidade que muitos filmes de Hollywood. A luz, as cores, os cenários carregados de detalhes e cheios de interactividade. Um exemplo? Os efeitos de água são do mais realista que há nesta indústria! Um motor de jogo cheio de pujança, que nunca mostra sinais de fraqueza e uma câmara que está sempre no sítio certo, colocam “Uncharted 3: Drake’s Deception” no topo dos melhores jogos de sempre na categoria gráfica.

Não é o seu forte, mas o modo online foi melhorado e acrescenta mais uns pontos positivos ao jogo. Seja em modo competitivo ou cooperativo, o jogo está mais equilibrado, sendo uma excelente extensão da vertente a solo e aumentando a longevidade do jogo. Resumindo, “Uncharted 3: Drake’s Deception” não tem pontos fracos. É bom em tudo o que deve ser um jogo: história, jogabilidade, gráficos e até online. Por tudo isto, façam o favor de jogar este jogo e constatar se é um exagero considerá-lo o melhor do ano.

 

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: